Noé da vida real: homem abriga 300 animais em casa durante furacão

Foto: reprodução Facebook

O Noé, personagem bíblico que construiu uma arca pra salvar os animais do dilúvio, existe na vida real?

O mexicano Ricardo Pimentel Cordero mostrou que sim, ao abrigar em casa 300 animais pra mantê-los em segurança do furacão Delta, que avançava em direção à América do Norte na semana passada.

Ricardo administra o abrigo Tierra de Animales em Puerto Morelos, então sua única preocupação era proteger os milhares de animais desabrigados ou sem segurança que vagam por sua área.

Ele armazenou centenas de quilos de grãos, sementes e outros alimentos para animais de estimação.

Daí, levou os animais do abrigo para sua casa, incluindo alguns animais perdidos que encontrou ao longo do caminho.

Doações

Entre os bichinhos estavam cães, gatos, galinhas, coelhos, cavalos, ovelhas, cabras e até um ouriço!

Percebendo que havia assumido um desafio gigantesco, Ricardo acessou suas páginas de mídia social para pedir doações.

“Se eu morasse sozinho, ou apenas com cerca de 10 ou 20 cães, não me preocuparia muito, mas aqui existem centenas de animais e não podemos deixar de ter comida suficiente armazenada, por isso peço ajuda”, escreveu ele no Facebook.

Deu certo

Como na história de Noé, todos os animais que Ricardo abrigou durante a tempestade sobreviveram com louvor!

Mesmo que não pudesse ser confortável ou fácil cuidar de todos aqueles animais, este Noé moderno não sonharia em deixar nenhum deles para se defenderem sozinhos.

À medida que a tempestade diminuía, Ricardo começou a avaliar os danos.

Reconstrução

Sua casa ficou ilesa, mas o abrigo sofreu grandes danos.

Vários telhados haviam caído dos prédios, árvores haviam caído e a área de recreação dos animais estava cheia de escombros.

E mais uma vez, contou com a colaboração de voluntários pra reconstruir o abrigo e contribuir com a alimentação dos animais salvos.

Fotos: Facebook
Fotos: Facebook

Com informações do Inspire More

Fonte: Só noticia boa

Compartilhe essa notícia: