Empresário brasileiro ajuda venezuelanos que chegam na fronteira

Dono de uma das maiores fortunas do Brasil, o empresário Carlos Wizard Martins, fundador da rede de idiomas Wizard, tem se dedicado à solidariedade: a receber, acolher e transportar venezuelanos que chegam ao Brasil.

Desde agosto do ano passado, ele e a sua mulher, Vânia, montaram uma base em Boa Vista (RR), onde passam a maior parte da semana.

A ida para Roraima, Estado por onde entram muito moradores do país vizinho, foi uma indicação mórmon que o casal frequenta, a Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

“A igreja nos indicou, eu e minha mulher, e aceitamos doar nosso tempo, recurso e experiência”,  disse o empresário ao OGlobo. Ele acredita que até o fim do mês, a instituição já terá acolhido quase 3 mil venezuelanos.

Investimento

Além de tempo, Carlos investe dinheiro na causa. Em dezembro, ele fretou um avião para levar venezuelanos para outros Estados do Brasil, onde passaram a trabalhar.

“O que existe é um recurso pessoal. Nós compramos passagens no Brasil para que eles sigam de Roraima para outras cidades. Chegamos a fretar um voo com 118 passageiros na época do Natal. Os venezuelanos chegaram em Campinas (SP) e lá foram encaminhados para vários Estados.

Nessas cidades, as famílias são direcionadas ao mercado de trabalho. Algumas vão fazer doces, tortas, atuar na livre iniciativa. Nós trabalhamos em toda essa rede de apoio’, conta o empresário.

Segundo Wizard, como as fronteiras da Venezuela foram reabertas na semana passada, o Brasil vai começar a receber muita gente.

“Se com a fronteira fechada estavam chegando cerca de mil pessoas, imagina agora”, alerta.

Com informações de O Globo

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Fonte: Só noticia boa

Compartilhe essa notícia: