Donos de iPhone trocarão de aparelho a cada 4 anos (ou mais), diz analista

A Apple é uma das maiores fabricantes de smartphones do mundo. Entretanto, de acordo com análises de mercado, há uma tendência de os donos de iPhones manterem seus aparelhos por mais tempo em vez de comprar novos — e isso estaria preocupando a Maçã, a ponto de a empresa incentivar a compra dos novos modelos ao pagar por iPhones antigos.

De acordo com o analista Toni Sacconaghi, da Bernstein, os iPhones novos que foram comprados recentemente serão mantidos por quatro anos (ou mais). No ano fiscal de 2019, estima-se que apenas 16% dos iPhones ativos sejam substituídos de alguma forma, contribuindo para a projeção do analista de um declínio de 19% nas vendas anuais. Como comparação, o ano fiscal de 2015 viu aproximadamente um terço da base de usuários comprar um novo smartphone da empresa. Em 2015, a Apple lançou os iPhone 6s e 6s Plus, vale lembrar.

Hoje em dia, o analista afirma que proximadamente 32% dos iPhones em uso são modelos anteriores, que foram comprados no mercado de seminovos. O iOS 12 é compatível com todos os modelos que rodavam o iOS 11, o que fez com que alguns modelos antigos, que estariam oficialmente desatualizados em 2018, ganhassem mais 1 ano de atualização de sistema.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda de acordo com Sacconaghi, “as taxas de atualização diminuíram drasticamente e podem ser menores do que os investidores estimam”. Ele completa explicando que a tendência da diminuição nas vendas do iPhone pode desacelerar o crescimento do florescente braço de serviços da Apple.

A empresa está indo bem com o Apple Music, por exemplo, e está se aventurando no mercado de streaming de vídeos, mas, tradicionalmente, vincula os seus serviços somente a seus aparelhos. Sem mais unidades, pode haver um limite para até onde os assinantes se expandirão, e acredita-se que os compradores de seminovos terão menor probabilidade de buscar serviços extras.

Contudo, recentemente a Maçã liberou o Apple Music para todos os usuários de Android e começou a oferecer o AirPlay 2 em televisores de marcas como Samsung, LG e Sony. Ou seja: ciente de que a venda dos iPhones deve diminuir, a empresa pode, em um futuro próximo, disponibilizar ainda mais serviços para aparelhos de concorrentes a fim de manter o crescimento na quantidade de usuários.

Fonte: Apple Insider

FONTE

Compartilhe essa notícia: