Doe agora e recupere depois: transforme seu Imposto de Renda em doação

Doe agora e recupere depois:
transforme seu Imposto de Renda em doação
Campanha para apoiar educação de adolescentes da zona rural é uma opção
Você sabia que é possível ajudar projetos sociais usando seu Imposto de Renda sem pagar nada a mais por isso? No Brasil, quem faz a Declaração Anual pelo formulário completo pode destinar até 6% do imposto devido, todos os anos, a projetos que contribuam para os direitos das crianças e dos adolescentes. Além de fazer o bem, mudar o destino dessa parte do Imposto de Renda pode até trazer benefícios para quem doa, ajudando a diminuir o valor a pagar ou a aumentar a restituição no IR no ano que vem.
Para saber o valor que pode ser doado para usar esse benefício, é preciso considerar o chamado ‘imposto devido’. Esse é o valor de todo o imposto que alguém deveria ter pagado, de acordo com seus rendimentos, à Receita Federal. É a diferença entre o ‘imposto devido’ e o imposto que realmente foi pago por essa pessoa que resulta no ‘imposto a pagar’, caso a diferença tenha sido negativa para a Receita, ou na ‘restituição’, caso o contribuinte tenha pagado mais taxas durante o ano do que realmente deveria.
Se alguém tem, por exemplo, cerca de R$10.000 de imposto devido, ela pode destinar até R$600 (6% daquele valor) para um projeto social voltado a crianças e adolescentes. Doando esse valor até 31 de dezembro deste ano, os R$600 podem ajudar a diminuir, ano que vem, o ‘imposto a pagar’. Ou, se houver restituição a receber, os R$600 serão acrescidos ao total. Na prática, é como a doação feita hoje fosse compensada no ano que vem.
Simular esse cálculo é simples: a campanha Tributo ao Futuro, que arrecada doações para a educação de adolescentes da zona rural da Bahia, tem um simulador no qual contribuintes podem estimar o quanto podem doar usando o benefício fiscal. Acesse aqui.
O médico do trabalho Lucas Portes sempre fazia doações a projetos sociais, mas sem usar o benefício fiscal. “Até que percebi que não é um dinheiro que está saindo do seu bolso. É um redirecionamento de um valor que já vai ser pago ao governo de qualquer maneira. Quando entendi isso, passei a sempre fazer doações assim”, conta. Nos últimos três anos, ele apoiou o Tributo ao Futuro usando desse mecanismo.
Mas a possibilidade de reaver parte ou toda a doação feita não é de longe a única vantagem para quem decide destinar parte de seu Imposto de Renda. Além dele, há a gratidão em ter contribuído para apoiar uma causa sem pagar nada a mais por isso. É o que conta Lucas: “um ponto forte para mim é evitar o êxodo rural, porque vejo muitas pessoas tendo que sair do campo e ir para capitais para buscar oportunidades. [E eu doei] para a campanha para ajudar a dar oportunidades para os adolescentes da zona rural a se desenvolverem no local onde moram”.
Conheça campanhas para a qual doar e obter o benefício fiscal:
Tributo ao Futuro: Unidos Pela Educação
www.tributoaofuturo.com

O Tributo ao Futuro apoia a educação de qualidade para adolescente da zona rural da Bahia. Doações podem ser feitas por meio de boleto ou cartão de crédito até o dia 10 de dezembro. A campanha ainda disponibiliza um simulador para estimativa de quanto é possível doar usando o benefício fiscal.
CONTATO PARA FONTES:
Caroline Magalhães: carolinemsantos@fundacao-no.com ou (71) 996539235

Compartilhe essa notícia: