Autoridades de estado no oeste do México encontram 19 corpos jogados em canal – 15/03/2019

Cidade México, 15 mar (EFE).- As autoridades de Jalisco, no oeste do México, informaram nesta sexta-feira que encontraram 19 corpos envolvidos em sacos plásticos jogados em um canal da cidade de Ixtlahuacán de los Membrillos, que fica a 40 quilômetros de Guadalajara, capital do estado.

Os restos mortais de uma mulher e 18 homens foram enviados ao Instituto de Ciências Forenses de Jalisco. No local, peritos ainda estão analisando os restos mortais.

“Os corpos têm diferentes diagnósticos. Muito provavelmente, eles foram deixados no local em diferentes datas”, disse o procurador-geral de Jalisco, Gerardo Solís, em entrevista coletiva.

A afirmação tem como base a análise dos peritos, que informaram que a decomposição dos corpos encontrados está em estágios diferentes. Alguns estariam entre dois e dez dias no canal. Há outros que foram jogados no local há mais de 21 dias.

Solís ainda informou que boa parte dos corpos tinha tatuagens, que foram fotografadas pelos peritos para cruzar as imagens com as bases de dados da Promotoria de Jalisco.

As roupas usadas também foram analisadas para ver se batiam com alguma denúncia feita à polícia estadual nos últimos dias.

Os peritos conseguiram coletar impressões digitais de dez dos corpos. Um deles seria de um morador do estado de Sinaloa, que tinha antecedentes penais, segundo Solís.

O procurador de Jalisco informou que mergulhadores estão no local porque as autoridades não descartam a hipótese de encontrar outros corpos em regiões mais profundas do canal.

A descoberta ocorreu na quinta-feira, quando a polícia do estado recebeu uma denúncia anônima sobre a localização dos corpos.

Nos últimos seis meses, as autoridades de Jalisco localizaram dezenas de corpos em várias fossas clandestinas nos municípios da região. EFE

FONTE

Compartilhe essa notícia: