29 anos sem Freddie. Brian May diz como era trabalhar com Mercury

Freddie Mercury e Brian May – Fotos: reprodução / Queen

24 de novembro de 2020. Há 29 anos o mundo perdia a voz e a genialidade de Freddie Mercury, vítima da Aids. Hoje, agências internacionais lembram o rei da voz. Uma delas trouxe uma entrevista com Brian May, o amigo, parceiro e guitarrista do Queen.

Brian falou como era trabalhar com Mercury. Ele não poupou elogios ao companheiro. Disse que Freddie era muito divertido. E revelou também que era desafiador trabalhar com Freddie Mercury todos os dias no palco.

Em entrevista ao Talk Radio (via Blabber Mouth), Brian contou que o vocalista do Queen era um cara muito imprevisível.

“Desafiador e sempre divertido. Ele era um cara muito imprevisível, mas maravilhoso de se trabalhar”.

Sintonia

Brian May também contou que Freddie Mercury sabia para onde direcionar sua energia e que os dois criaram uma conexão e sintonia muito especial desde o início.

E elogiou a “habilidade incrível de usar seu talento”.

Arrepios na espinha

Questionado sobre a icônica apresentação no Live Aid, em 1985, Brian May diz que foi incrível reviver o “principal destaque da carreira” no filme Bohemian Rhapsody, de 2018:

“Foi tão estranho reviver todo o show para o filme recentemente. Eles recriaram tudo de forma tão incrivelmente fiel. Estar no set de gravações me deu arrepios na espinha; todas as lembranças voltaram novamente”, contou o guitarrista.

E Bryan lembrou que na época, os integrantes do Queen não tiveram noção de que, naquele show, estariam escrevendo um dos momentos históricos da banda.

“E na época, não sabíamos que aquilo se tornaria algo histórico, de verdade. Nós saímos do palco pensando, ‘Bem, até que foi legal.’ Mas não percebemos que o show deixaria uma marca tão grande. Porque ele meio que entrou pra eternidade, não entrou?”, perguntou Brian.

Sim, entrou e se você perdeu, reveja o show aqui.

Terminamos esta matéria com duas canções do Queen que falam sobre o poder da amizade, que o Brian citou acima:

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa – com TalkRadio e TMDQA

Fonte: Só noticia boa

Compartilhe essa notícia: